sábado, 13 de fevereiro de 2010

O que é o amor?

"O amor reside dentro de cada pessoa e não fora dela. E quem não o descobrir está perdido."
"O amor é a água do coração."
Margarida Rebelo Pinto

Neste dia de S. Valentim, exaltam-se os sentimentos e consideram-se as ligações, no entanto, mais que tudo isso, oferecem-se objectos. Mais uma vez, esquecem-se os princípios e os motivos pelos quais se celebra a data e exagera-se no consumismo, mas isso daria origem a uma outra discussão.
O que questiono hoje é o amor.
Muitas vezes confundido na fase da adolescência, procurado ou ignorado na fase adulta, esse sentimento encontra-se presente nas nossas vidas sob as mais variadas formas, como por uma vez já proferi.
Surge de um modo simples e natural, absolutamente claro e perceptível, não nasce de vontades, não sobrevive com as injustiças, traições, mentiras e corrupções, mas é mais resistente que o diamante mais puro, quando verdadeiro.
Será de facto isso o amor? Caracterizado pelos aspectos que mencionei acima? Ou é muito mais que isso?
-
No fundo, por mais que tentemos defini-lo, julgo que ele será sempre superior às palavras, apenas se exprimindo na totalidade na prática, quando sentido e partilhado.

3 comentários:

Gaara disse...

"...será sempre superior às palavras..."

Ralph, "The Knife" disse...

Será sempre superior às palavras. Mas sempre sujeito às consequências delas.

Porque pelas palavras no exprimimos, com elas magoamos.

(Un)Hapiness disse...

A palavra é tão pequenina não é? :)


beijinhos*