sábado, 13 de outubro de 2012

Dar e receber

Perante o outro, pode-se ir soltando uma palavra de ânimo e um elogio aqui e ali, traduzir verbos incapazes de ser verbalizados através de um toque suave e uma presença calma, ou até revelar interesse, um interesse honesto e sincero, escutando e observando o que é dito.
Esses são comportamentos e atitudes que podem realmente modificar e apaziguar emoções, proporcionando possivelmente bons dias. Algo que até nós mesmos estaríamos receptivos na maior parte do tempo.
E quem faz tudo isso e mais, nunca saberá ao certo qual será a resposta do outro a essa interacção, mas uma coisa é certa: o que vier, parecerá muito mais do que o que se deu. Pois quem age em prol do outro, não quantifica o que dá, mas valoriza qualquer resposta obtida, nem que seja um simples sorriso ou um olhar mais brilhante, já que qualquer pormenor pode revelar a diferença entre o antes e o depois. Assim, quem interage com o coração está perante uma dádiva diária e de longa duração.

3 comentários:

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Penso que
o dar e receber
é ao mesmo
tempo uma necessidade
e um êxtase...

Que amar seja para ti
o objetivo de cada instante.

Hugo Nofx disse...

BOM NATAL!

beijinhos.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Desejo que o Ano Novo
se transforme em tua vida
em Dia Novo,
para que em todo anoitecer
existam fogos de artifício
para colorir os céus do teu olhar
das mais singelas alegrias,
e a cada amanhecer
existam sonhos simples
para dar novos sentidos
a tua vida.

Aluísio Cavalcante Jr.