quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

A Lei do Equílibrio

Reflicto sobre o que acontece no mundo.
A cada segundo algo de mau acontece, algo de bom acontece.
A cada segundo alguém morre e alguém nasce.
A cada segundo, alguém sorri e alguém chora.
A cada segundo alguém vive o amor pleno e outra deixa de viver (em termos psicológicos) porque o amor a abandonou.
A cada segundo, forma-se uma nova relação e quebra-se outra.
A cada segundo, assistimos a uma bipolaridade vasta, imensa. Para algo mau que acontece, há sempre algo de bom a compensar. Será esta a Lei do Equlíbrio? Ou não?
Deixo-vos esta pergunta.

3 comentários:

mímica disse...

Claro que sim! Infelizmente há pessoas que ainda acham que só exterminando certa gente é que haverá equilíbrio... Tipo, os budistas acreditam que tudo o que existe na Terra tem um sentido na vida, e que por isso, todas as formas de vida e tal devem ser respeitadas.
Por exemplo, tem de haver o bem e o mal, tem de haver pessoas de diferentes raças, religiões, orientações sexuais, culturas,ideologias, políticas, etc. Só assim, é que haverá equilíbrio no mundo.

(Un)Hapiness disse...

penso que sim...é necessário matar para viver. é necessário passar fome para comer. é necessário morrer para viver. é necessário odiar para gostar.

eu sei, não é um cenário bonito. é o mundo apenas, replecto de gente diferente e igual.

é a lei do universo, a lei de deus, ou a lei do homem.
nao sei.
gosto de pensar que alguém está a tomar conta de nós, mas talvez por conforto e segurança...

**Suspiro** disse...

sim. É necessária conhecer o lado negativo da questão para conhecer o lado positivo!
Isso acontece com a ciência que estuda os valores e a sua bipolaridade, a axiologia.
É uma matéria interessantíssima!

Para conhecermos o mal, é necessário conhecermos o bem, e por aí adiante...

Beijo