segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Traição

Iludidos pelo sentimento que julgam ser amor, toma controlo dos homens e mulheres a luxúria. Apesar de ser um dos pecados mortais, muitas pessoas vivem nele com um incrivel sentido de à vontade, como se fosse a coisa mais normal do mundo, porque são levados simplesmente pelo sentido animal que está encerrado no ser de cada um. O pior, é que ao enganar à verdadeira pureza do amor, também chegam a enganar os conjugues, tomando as relações como algo que durará, como amando a pessoa que têm a seu lado, mas esquecendo-se de que ao trair, a relação fica totalmente comprometida e que o que julgam sentir não passa jamais de uma farsa. Também há quem diga que o amor deve-se partilhar pelo maior número de pessoas, que relações poligâmicas podem ser viáveis, que aquele sentimento chega a ser inevitavel e que o ser deve estar totalmente satisfeito, mas isso é mentira. Tudo bem que o amor não é um sentimento exclusivo a uns, mas também deverá ser partilhado dentro de certos termos, e deverá ser respeitado e preservado, com trabalho, honestidade e fieldade. Quanto a outros assuntos acima referidos ou outros que possam surgir, cada um poderá ter a sua opinião, mas eu cá acho, sendo eu cristã e possuindo certos valores, que quando um homem e uma mulher, ou um homem e um homem ou uma mulher e uma mulher se amam, certos gestos e certas acções deverão estar condicionadas ao casal e as traições, em qualquer situação que sejam cometidas, não são aceitáveis.

3 comentários:

Mel disse...

infelizmente há quem encare essas atitudes de lúxuria e futilidade como se fosse verdadeiro amor ... vai-se lá entender as pessoas ...

beijo **

mímica disse...

Também acho que o amor, aquele amor paixão, claro; porque há vários tipos de amor; só deveria existir entre duas pessoas e não milhentas, mas enfim...
E depois vêm com aquelas coisas, de que a infidelidade é genética... desculpas e desculpas e mais desculpas para esse comportamento irracional.

urtigax disse...

é assim por acaso tou agora a ler um livro e uma das frases caractiristicas é "e por que razão existem tantos homens se apenas um, casa vez que tem relações sexuais, produz espermatozoides sufecientes para fertilizar todas as mulheres da Europa?" eu acho que de certo modo tenho a resposta nos existimos porque foi para ser assim e nao para ser de outra forma sou contra a traição de qualquer forma nao é bonito e muito menos aceitavel.
Para mim demonstra que não esta tudo bem na relação pois se nao tir motivos acho que nao ira fazer nada de mal.
O desejo de carne nao é sufeciente uma pessoa tem capacidade de ha suportar. pode ser dificil mas uma pessoa é capaz de suportar fomos feitos para isso