sexta-feira, 25 de janeiro de 2008

Direitos...

Tanto quanto sabem, existem os direitos do Homem. Mas estes nao são respeitados por todo o mundo. Por exemplo: os esquimós praticam o infanticidio; no medio oriente as mulheres têm menos direitos que os homens, etc.
Nao vos revolta saber que, apesar destes direitos existirem para serem respeitados e cumpridos universalmente, nao o são?
E as pessoas que sofrem com isso terão culpa do que lhes acontece?
Não.
Eu pelo menos acho que não, pois o campo político é que intervêm principalmente nisso. Logo, os culpados serão os governantes, os dirigentes, que nao se opõem ao que acontece, aos direitos que sao tirados a milhões de pessos, simplesmente ignoram.
Triste. Muito triste.
Revoltante? Sim, muito revoltante.
Se ao menos se pudesse fazer algo quanto a isso...

Peço desculpa por não ter escrito nestes dias, mas têm sido dias duros, muito duros e não tenho tido vontade e condição psicológica para escrever.

2 comentários:

mímica disse...

Na China, eles nem sabem que isso existe. E a culpa disso é dos governantes, neste caso, pois dá-lhes jeito que eles não saibam dos seus direitos, para assim os explorarem. Tudo por causa do capitalismo absurdo que aflige aquele país.
Mas às vezes, a culpa não é só dos governantes, também é culpa da sociedade que é muito conservadora e muito ligada às tradições e estão habituados à desigualdade social. Basta pensar nas pessoas que defendiam o liberalismo: só palavras, mas não era bem assi na prática, as pessoas não eram a assim tão livres.

**Suspiro** disse...

Concordo contigo, embora os direitos não sejam reconhecidos por todos os países. Foram criados os direitos do Homem, mas não aprovados por TODOS os Homens. A sociedade falha e nós não podemos fazer nada. Porquanto, quando crescermos ("e seremos os jovens de amanhã") aí ainda reside alguma esperança. Resta saber é se a mesnsagem de hoje não estará a ser mal transmitida para amanhã...