quinta-feira, 12 de julho de 2007

O mundo e as pessoas que nele vivem

" Ser humano é ter a capacidade de amar, de dialogar, de criar, de dar a vida pelo outro, sem atender à raça, cor, país ou religião.
Ser humano é saber aceitar a todos com as suas qualidades e limitações: aceitá-los como são.
Ser humano é saber dizer a um amigo, a um irmão: estou feliz por partilhar a vida contigo; estou feliz porque existes, pelas tuas diferenças e por tudo o que és.
Ser humano é ser capaz de criar boas relações com raízes tão profundas e fortes que nada nem ninguém as poderá destruir. (...)
Ser humano é ter a capacidade de saber ler as mensagens de pedido de auxílio de um irmão que te suplica: preciso do teu carinho e do teu amor para me sentir vivo, preciso de ti para sentir que os meus afectos têm razão de existir. (...) "

Excerto de "Nasceste para seres feliz" de Guilherme Gândara

Ando a ler o livro acima referido e achei interessante esta parte. Resolvi partilhá-la convosco.
O ser humano pode ter aquelas capacidades e ainda muitas mais. Eu acredito que sim. Mas o mundo não é perfeito, há sempre aqueles que odeiam, que discriminam, que só criam inimigos e que se tornam falsos amigos, que são egoístas e não houvem os apelos dos outros.

Vivemos num mundo de 4 faces. Os bons e ricos, os bons e pobres, os maus e ricos, os maus e pobres. Sei que também há os que não se enquadram em nenhum dos padrões, mas são apresentadas principalmente as situações de pobreza ou de luxúria e riqueza através dos media.
Vivemos num mundo onde os extremos se destacam, num mundo onde há guerra e fome, onde as alterações climatéricas devastam cidades e pessoas. Vivemos num mundo que precisa de ajuda. Da minha, da tua, da nossa e da vossa ajuda.
Já vi muitos casos de solidariedade e de caridade. Mas, mesmo assim, ainda são poucas as pessoas que contribuem, que ajudam, que participam em acções de solidariedade. Se der a sua ajuda, o mundo agradece. Nem que seja amando o próximo, construíndo uma relação com bases sólidas e fortes que ninguém derrubará, aceitando as pessoas como são sem olhar para a cor, raça ou religião, partilhando a sua alegria de viver, dando roupas ou alimentos aos que menos têm...


Por vezes, a personalidade das pessoas pode não estar directamente ligada ao que está a acontecer ao nosso planeta, mas, se virmos bem, está, mesmo que seja indirectamente. Por isso vos falo disto, porque ainda acredito que podemos viver num mundo melhor e que podemos criar um mundo melhor para as gerações que estam para vir.

Beijinhos

Sara S.

P.S.- Espero que gostem. Gosto de partilhar a minha inspiração, que, não sei se depropositadamente, surge quando escrevo aqui, no blog. Pois é a inspiração que faz com que saíam estas palavras, e não o dom da escrita, pois não o possuo.
Confesso que sou muito sonhadora e, por isso, escrevo aqui, palavras que transmitem o meu sonho, o sonho de um mundo melhor, de um mundo onde o bem prevaleça.

4 comentários:

Gisela Lourenço disse...

Ola...
Cada vez gosto mais de vir até ao teu blog, porque,
todos os dias as tuas ideias, a tua inspiração e sobretudo as tuas palavras se identificam comigo. Fazem pensar que,afinal, ainda há alguém que pense da mesma forma que eu...

Beijos

Mariana S. disse...

li as tuas palavras e teus desabafos.

concordo com tudo o k dizes.

mas sabs k kriar laços entre as pexoas nem sempre é fácil pois nem sempre as pessoas envolventes querem.

adorot manita!.

bju

Gisela Lourenço disse...

Olá olá...

Beijos

rosa disse...

Ola,gostei muito do que escreves,muito sábias estas tuas palavras,temos ideias identicas,gosto muito deste tipo de blog,tenho conhecido pessoas muito especiais,neste mundo virtual,e feito belas amizades,pelos 4 cantos do mundo.vou adicionar o teu link,voltarei mais vezes,bjs